Noticias

Itália – Dom Bosco volta ao cárcere dos jovens

ler mais

República Democrática do Congo – O Papa Francisco lembra: o futuro está nas mãos dos jovens

ler mais

Itália – “Uma igreja tão grande” para uma “coisa tão grande”. O Cardeal Parolin no “quartiere Don Bosco” de Roma

ler mais

Espanha – Reitor-Mor: “Vocês, jovens, estão nos ajudando a ser quem somos”


22 Janeiro 2023 23:00 | Por admin
Espanha – Reitor-Mor: “Vocês, jovens, estão nos ajudando a ser quem somos”

(ANS – Barakaldo) – “Vocês, jovens, estão a nos ajudar a ser quem somos”. Com estas palavras, o Reitor-Mor dos Salesianos, P. Ángel Fernández Artime, dirigiu-se aos cerca de 250 jovens animadores dos Centros Juvenis da zona norte da Inspetoria Espanha-São Tiago Maior (SSM), com os quais se reuniu no colégio “Nuestra Señora de Begoña”, das Filhas de Maria Auxiliadora, na manhã de sábado, 21 de janeiro. Em sua fala, o Reitor-Mor recolocou os jovens no centro, como protagonistas das obras salesianas.

O encontro fez parte da visita feita pelo P. Á. F. Artime às presenças salesianas de Barakaldo para celebrar os 125 anos dos “Salesianos Barakaldo”, os 80 dos “Salesianos Cruces” e os 75 das “Salesianas Barakaldo”.

Organizado pela Delegação da Pastoral Juvenil em colaboração com a Federação dos Centros Juvenis “BoskoTaldea”, o encontro seguiu a Campanha Pastoral deste ano “Abramos o caminho”. Os jovens fizeram três perguntas ao Reitor-Mor, cada qual relativa a um dos caminhos propostos pela campanha: rumo aos outros, rumo à própria interioridade, rumo a Deus. Assim, três jovens, representando todos os demais, também fizeram três perguntas: sobre os desafios da missão educativo-pastoral, sobre como cuidar de si e dos outros, e – um conselho – : sobre como colocar Deus no centro de suas próprias vidas.

As respostas vieram consteladas de relatos de suas viagens pelas presenças salesianas no mundo. Ele vinculou as situações a propostas vitais e agradeceu pelo envolvimento dos jovens ali presentes:

“Parabenizo-os porque vocês querem fazer algo pelos outros”, começou ele. Depois, relativamente à questão da missão educativo-pastoral, o desafio que o Reitor-Mor lhes propôs foi de viver a vida como um serviço: “A vida mudaria muito se pensássemos em vivê-la como um serviço. Devemos fazer com que em nossos espaços salesianos se respire a cultura do serviço”.

Passando à segunda questão, destacou o dever de cuidar uns dos outros, de pensar juntos, de procurar e partilhar momentos pessoais e de encontro, de viver os processos em grupo, de descobrir momentos de partilha: “Os desafios para os jovens de hoje são muito claros: achar motivos profundos para levantar-se todos os dias com entusiasmo e transmitir esperança a outros jovens, porque… falta esperança no mundo”, disse o P. Á .F. Artime.

Por fim, quanto a colocar Deus no centro da própria vida, ele lembrou o grande valor do testemunho pessoal. “Podemos viver a testemunhar a nossa Fé com nossa simpatia, nosso acolhimento, nossa atitude de serviço, com aqueles que vêm às nossas Casas ou aos nossos Centros juvenis. Sem julgar. Somente acolhendo”.

 “Queridos jovens, só Dom Bosco sabia o que se passava em seu coração, mas a sua obra era fruto da ação de Deus e da presença dos jovens que o acompanhavam. Cada um de vocês deve testemunhar que há muitas coisas que vale a pena viver. E o que vocês fazem todos os dias tem muito valor”, acrescentou.

O encontro, que começou com um momento de oração, foi encerrado com um momento de celebração, durante o qual todos os participantes tiveram a oportunidade de interiorizar o que viveram. Na ocasião o Reitor-Mor entregou uma vela aos representantes de cada centro juvenil, para recordar-lhes o compromisso de ser “sal e luz do mundo”.